9 Motivos para fazer investimentos no mercado de jogos e e-sports

Compartilhe com seus amigos:

9 Motivos para fazer investimentos no mercado de jogos e e-sports

O mercado de jogos é um dos setores que mais cresceu na pandemia de covid-19 em todo o mundo. Com as restrições de contato presencial, os games se tornaram ferramentas importantes para pessoas que desejavam se divertir e manter contato — e também surgiram os e-sports.

Inclusive, o segmento já apresentava um potencial de desenvolvimento mesmo antes desse período. Assim, esse setor pode trazer oportunidades interessantes para quem investe. Porém, antes de alocar seus recursos, vale a pena entender quais são os motivos para que esse setor seja tão atrativo.

A seguir, aprenda mais sobre o mercado de jogos e e-sports e confira 9 motivos para investir nesse segmento!

1. Crescimento anual global

Um dos principais motivos para investir no mercado de games e e-sports é o crescimento do setor. Esse cenário envolve tanto os resultados consolidados como as previsões em médio e longo prazo.

De acordo com dados da Newzoo, o setor de games movimentou US$ 179 bilhões em 2020 e US$ 192 bilhões em 2021. Para 2025, o esperado é que o mercado alcance US$ 225 bilhões, o que poderá significar um crescimento médio anual de 4,7%. Veja só:


Além disso, é esperado um crescimento no número de jogadores. Se, em 2020, existiam cerca de 2,8 bilhões de gamers em todo o mundo, em 2025 o total poderá ser de 3,5 bilhões. Esse resultado também indica um potencial de crescimento anual médio de 4,2%. Confira o gráfico:

Ao observar o desempenho prévio do segmento, também é possível compreender a evolução do setor. Em 2017, por exemplo, o mercado de games teve uma receita estimada em quase US$ 109 bilhões. Isso significa que houve um crescimento de quase 77% em 4 anos.

Considerando os resultados de 2017 com a performance estimada de 2025, o crescimento é de 107%. Caso os dados se concretizem, o desempenho anual médio será de 13,4%.

Logo, ao investir no mercado de jogos, você pode aproveitar o desenvolvimento desse segmento. Com mais jogadores e mais receita gerada, a tendência é que as empresas dessa área também tenham resultados melhores.

Na prática, isso pode atrair mais investidores, o que tende a aumentar a procura pelas empresas, valorizando as ações e as cotas de fundos de investimento, por exemplo. Assim, investir no mercado de games e e-sports pode ajudá-lo a alcançar diversos objetivos financeiros.

2. Engajamento do público

Outro aspecto que chama a atenção sobre o mercado de jogos é o potencial de engajamento do público — incluindo o mercado brasileiro. No Brasil, o jogo “League of Legends”, por exemplo, já alcançou a marca de 27 milhões de jogadores diários e 67 milhões no mês.

Ao observar os games mais assistidos em plataformas online, também é possível notar o potencial dos e-sports. Apenas um jogo — o Dota 2 — já foi responsável por obter mais de 56 milhões de horas assistidas.

Esse nível de engajamento pode refletir nos resultados do setor de diversos modos. Com mais participação do público, é possível que os lançamentos voltados para o mercado de games tenham maior procura e gerem mais resultados.

Também pode haver uma geração maior de receitas, inclusive por diferentes fontes e plataformas de jogos. Isso se deve, principalmente, ao modelo de negócios do segmento de games, que traz oportunidades diferenciadas para as empresas.

Ainda, vale considerar o potencial que pode ser aproveitado por marcas patrocinadoras, como em eventos de e-sports. No geral, o nível de engajamento dos participantes favorece a consolidação do setor de games. Então as competições podem tornar o investimento em jogos mais eficiente e lucrativo.

3. Potencial de consolidação do mercado

Conforme você acompanhou até aqui, o mercado de games apresenta uma tendência de crescimento ao longo dos próximos anos. Em partes, isso se deve ao fato de o setor ainda ser relativamente novo, enquanto o aumento no número de jogadores, games e faturamento tem ganhado força nos últimos anos.

Portanto, ao investir no mercado de games, há a oportunidade de explorar esse desenvolvimento e lucrar com um eventual crescimento. Porém, também vale notar que o segmento tem o potencial de se consolidar e de se tornar um dos mais relevantes na economia do futuro.

Afinal, com o desenvolvimento contínuo de soluções de tecnologia e de meios de consumir entretenimento, o mercado de games pode conquistar números ainda melhores.

Além disso, é comum que as empresas desse setor apresentem boas margens de lucro. As plataformas de games e os negócios baseados em planos de assinaturas, por exemplo, podem escalar diversas operações sem elevar os custos na mesma medida.

Essa questão contribui para a sustentabilidade financeira do segmento. Dependendo do caso, pode até ser uma forma de reduzir os riscos do investimento, já que aumentam as chances de as companhias permanecerem no mercado.

4. Atuação de grandes empresas

Outro benefício de investir no mercado de jogos é que existem milhares de empresas que podem atuar, direta ou indiretamente, no setor. Entretanto, ao falar sobre o segmento, vale a pena destacar os negócios relacionados à tecnologia.

Desenvolvedoras de videogames, por exemplo, são empresas altamente baseadas em tecnologia. Elas se beneficiam das inovações e da evolução dos recursos, ao mesmo tempo que estão ligadas ao setor de jogos e e-sports.

Ademais, existem fabricantes de componentes eletrônicos, plataformas de transmissão e mais. Assim, há uma incorporação muito forte da tecnologia no setor de jogos, o que permite que o investimento também ocorra no segmento tecnológico, ainda que de modo indireto.

Pense, por exemplo, no conceito de metaverso. Ele está relacionado ao avanço de tecnologias existentes e à criação de outras. A partir disso, será possível contar com essa representação digital do mundo real — até mesmo com foco em investimentos.

Se o metaverso realmente se desenvolver e consolidar, o setor de games pode se beneficiar. Logo, investir no segmento de games permite aproveitar os resultados de empresas de tecnologias de diferentes portes, mas de modo nichado.

Então, em vez de apenas investir nos maiores negócios de tecnologia do mundo, você pode direcionar seus aportes para empreendimentos ligados aos games.

5. Versatilidade do mercado

O fato de existirem diversas empresas de tecnologia relacionadas ao mercado de jogos também faz com que investir nesse segmento seja bastante versátil. Além das próprias desenvolvedoras e editoras de games, é possível focar seus recursos em outras alternativas.

Você pode investir em fabricantes de consoles, chips ou hardwares, por exemplo. Também é possível fazer investimentos com foco no mobile gaming, nos e-sports ou nas transmissões ao vivo.

Essa variedade de opções tende a ser benéfica, já que permite que você direcione melhor os seus investimentos no segmento. Ademais, o volume de alternativas disponíveis permite diversificar a estratégia, evitando que o seu dinheiro dependa de condições limitadas.

Como consequência, é possível explorar diversas vertentes do setor de games, o que pode favorecer a sua estratégia em busca de resultados financeiros melhores.

6. Acessibilidade para investir

Outro ponto a favor do investimento em games e e-sports é o fato de ele ser bastante acessível. Isso é possível, principalmente, devido às alternativas existentes no mercado financeiro.

Por exemplo, você pode comprar as ações de empresas de games ou tecnologia ligadas a esse setor. Contudo, é preciso considerar que a maioria das companhias de jogos não estão na bolsa de valores do Brasil (B3), pois as principais organizações desse tipo têm origem internacional.

Por isso, para se expor às maiores empresas de games do mundo sem precisar sair do Brasil é possível recorrer aos exchange traded funds (ETFs). Esses fundos de índice funcionam como veículos financeiros coletivos.

Ou seja, os investidores interessados adquirem cotas e o patrimônio é movimentado por um gestor profissional, de acordo com a estratégia do fundo. No caso específico dos ETFs, o foco é replicar a carteira teórica de um indicador de referência.

Já os índices replicados podem ser nacionais ou internacionais. No segundo caso, o portfólio teórico do indicador é formado por ativos estrangeiros, de modo que a alocação de recursos no ETF permite se expor aos resultados desses investimentos.

A acessibilidade desse veículo financeiro está presente de diferentes formas. Por exemplo, o fato de que o investimento mínimo é de apenas uma cota. Logo, essa é uma possibilidade para investir no mercado de jogos mesmo com menos recursos.

Ainda, o investimento é feito diretamente pela B3 e em reais. Desse modo, você não precisa abrir conta em uma instituição internacional e fazer a conversão de câmbio, por exemplo.

7. Potencial de diversificação

Ao compor sua carteira de investimentos, você notará que existem diversos setores da economia que podem se mostrar promissores ou relevantes para a sua estratégia.

Porém, é preciso ter atenção para não focar em apenas uma área. Se isso ocorrer, seu dinheiro estará exposto a poucas condições de mercado, o que aumentará o risco geral. Afinal, se houver uma mudança ou uma queda no setor escolhido, por exemplo, o seu portfólio sofrerá impactos intensos.

Por outro lado, investir também no setor de jogos ajuda a diversificar a carteira. Essa é uma alternativa com características diferentes de outros segmentos — como o setor financeiro, industrial ou imobiliário. Desse modo, você aumenta as chances de mitigar os riscos e melhorar os resultados.

Além disso, é importante considerar que o segmento de jogos é relativamente recente e ainda está em desenvolvimento. Portanto, você tem a oportunidade de fazer um investimento temático e aproveitar o crescimento do setor ao longo dos anos.

Ademais, como você viu, há a possibilidade de diversificar os investimentos ao acessar ativos de outros países ligados ao setor de jogos e e-sportes. Com o ETF global, por exemplo, essa possibilidade se torna real.

A partir da compra das cotas, você tem a chance de se expor a ativos internacionais. Assim, você evita que todo o seu patrimônio dependa apenas das condições do mercado brasileiro. No geral, a prática reduz os riscos da sua estratégia.

8. Dolarização do portfólio

Como você viu até aqui, é possível investir no mercado de jogos e e-sports por meio de alternativas que garantem exposição a outros países, como é o caso de ETFs globais. Ao escolher essa opção, é possível aproveitar a dolarização do portfólio como uma das vantagens.

Para entender melhor, considere o ETF JOGO11. Por meio dele, há como se expor aos resultados de um ETF negociado na bolsa de valores de Nova York. Como consequência, é possível dolarizar parte do seu patrimônio.

Logo, o investimento ajuda a proteger seus recursos de eventuais desvalorizações da moeda norte-americana. Se a taxa de câmbio aumentar, os investimentos atrelados a ativos internacionais também poderão oferecer maior desempenho, devido à conversão cambial.

Dessa maneira, é possível compensar parte dos impactos gerados por um eventual aumento do dólar, por exemplo, favorecendo a proteção do patrimônio.

9. Personalização da carteira

Por fim, vale considerar que investir no mercado de games e e-sports pode contribuir para a personalização da sua carteira. Assim como em qualquer decisão de investimento, é preciso considerar seu perfil de investidor e seus objetivos financeiros para tomar a decisão.

No caso de ETFs globais, por exemplo, é interessante ter uma tolerância moderada ou elevada ao risco e foco no longo prazo. Como as cotas são negociadas na bolsa de valores, investir visando períodos maiores pode favorecer a maturação do investimento e a diluição dos riscos.

Porém, essa não é a única forma de personalizar seu portfólio. Se você já é entusiasta do mercado de games, por exemplo, é possível contemplar seus interesses ao fazer parte dele tanto como consumidor quanto como investidor.

Assim, você pode fazer escolhas alinhadas aos seus objetivos financeiros e também aos seus interesses cotidianos. Nesse processo, você também pode estimular e apoiar o segmento de games, o que abre mais possibilidades para a sua carteira, ajudando na rentabilização dos recursos.

Neste artigo, você conheceu 9 motivos para investir no mercado de jogos e e-sports. Por meio de alternativas acessíveis, como os ETFs globais, é possível explorar o potencial desse segmento — desde que a decisão esteja alinhada aos seus objetivos e ao seu perfil de investidor.

Gostou de conferir essas informações? Aproveite e descubra como ter exposição global utilizando os ETFs!

Deixe um comentário aqui =D