O boom do metaverso dos NFTs chegou às empresas!

Compartilhe com seus amigos:

O boom do metaverso dos NFTs chegou às empresas!

Desde a criação das criptomoedas, ocorrida em 2008, o mercado passou por diversas mudanças que culminaram em novos conceitos e representações. Entre eles, estão temas como metaverso e NFTs, os quais são favorecidos pelo desenvolvimento da tecnologia.

Nesse contexto, é importante considerar que muitas companhias já têm aproveitado essa configuração. E você também pode participar desse ambiente digital como investidor — se as alternativas disponíveis estiverem alinhadas com a sua estratégia.

Neste artigo, você entenderá a explosão do metaverso e dos NFTs junto às empresas e verá como investir nessas opções de maneira simples. Confira!

O que são NFTs e como funcionam?

A sigla NFT significa non fungible token ou token não fungível. Na prática, esses são criptoativos que funcionam como um certificado de autenticidade de um ativo de referência, tornando-o único. É o caso, por exemplo, de obras digitais, como ilustrações, ou mesmo de elementos de um game. 

Quem detém o NFT tem a posse do registro de autenticidade de determinado elemento digital. Assim, ele tem como principal função criar escassez em um ambiente de oferta ampla. Afinal, com o avanço da tecnologia, ficou fácil produzir grandes volumes de conteúdo.

Por sua vez, a proposta do NFT é torná-los únicos, exatamente pela criação de um certificado de identificação. Com isso, pode haver a valorização ao longo do tempo, o que justificaria o investimento.

Para que o processo de autenticação seja possível, há o uso do blockchain. Esse é um protocolo criptográfico que prevê o registro de operações em blocos. Quando um deles é preenchido, cria-se outro bloco, que é interligado ao anterior para formar a corrente de blocos.

Essa sequência é conhecida como hash. Cada bloco tem o próprio hash e a identificação do bloco anterior. A segurança é garantida pela existência de uma chave criptográfica única para identificar os blocos. Assim, fazer qualquer modificação em qualquer um dos blocos afeta todos os outros.

Como o metaverso e o NFT se relacionam?

Além de saber o que são NFTs, é interessante entender o conceito de metaverso. Embora ele ainda esteja em desenvolvimento, esse ambiente é visto como uma realidade virtual — onde as pessoas podem viver uma vida digital.

O ambiente do metaverso pode ser ficcional ou não. E, no geral, ele prevê a interação entre os participantes. Com isso, é possível criar uma experiência imersiva e que se integra ao avanço tecnológico.

Mas, afinal, qual é a relação entre o metaverso e os NFTs? Na prática, esses criptoativos podem complementar o metaverso e criar experiências diferenciadas. Eles podem ser utilizados em galerias de arte do ambiente digital, por exemplo. 

Assim, os usuários do metaverso podem guardar e até expor as obras digitais das quais possuem o NFT. Também é possível utilizar NFTs para uma espécie de comércio virtual. Portanto, o NFT pode agregar à experiência do metaverso, tornando esse mundo digital mais completo.

Como os conceitos estão sendo aplicados nas empresas?

Agora que você sabe que os NFTs podem se relacionar ao metaverso, é interessante entender como eles já têm sido utilizados no contexto atual. Uma das principais adoções envolve a estratégia de marketing por parte de empresas relacionadas a produtos e serviços do mundo real.

Existem negócios que criam promoções no metaverso e oferecem NFTs como prêmios, por exemplo. Também há empreendimentos que já criaram os próprios NFTs para venda, como marcas que desenvolveram um sapato na forma de ativo digital.

Entre as marcas que já entraram no metaverso, estão:

  • McDonald’s
  • Applebee’s
  • Toys’R’Us;
  • DKNY;
  • Budweiser;
  • Campbell’s Soup;
  • Yahoo;
  • Adidas;
  • Nike;
  • Twix;
  • Bud Light e outras.

Há, ainda, os negócios relacionados a um contexto digital e descentralizado. É o caso de jogos que podem usar os NFTs como uma moeda virtual que tem valor na plataforma do game. Também existem opções como fan tokens, que estão relacionados a comunidades dos esportes.

Logo, as empresas têm encontrado nos NFTs uma forma de participar do metaverso, despertar o interesse do público e mesmo obter maiores perspectivas de lucro. Em especial, pelo potencial de valorização dos investimentos alternativos.

No futuro, é esperado que essas interações se consolidem e se aprofundem. Além disso, certas empresas podem atuar de maneira mais conectada a esse ambiente, como as desenvolvedoras de games e de outras experiências digitais.

Por que participar desse movimento junto com as empresas?

Como você viu até aqui, as empresas já estão aproveitando os primeiros resultados da integração entre NFTs e o metaverso. A boa notícia é que você não precisa participar desse cenário apenas como consumidor. É possível explorar essas oportunidades como investidor.

Ao mesmo tempo, vale saber que os criptoativos não são regulamentados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Então o investimento direto pode não ser a melhor alternativa. Em vez disso, você tem a chance de recorrer ao investimento em ETF ou fundo de índice, por exemplo.

O NFTS11 é um exemplo de ETF que oferece essa possibilidade. Com esse fundo, seus recursos ficam expostos aos movimentos do índice MVIS Crypto Media & Entertainment Leaders Index, administrado pela MV Index Solutions. Logo, você consegue se expor, em especial, às principais gamecoins do mercado.

Elas funcionam como um tipo de moeda virtual. Dessa forma, há como explorar o potencial dos NFTs no metaverso e aproveitar o potencial do mercado junto às empresas. Tudo isso de forma prática, já que você pode fazer o investimento pela bolsa brasileira e em reais.

Como você acompanhou, o boom de NFTs no metaverso já tem feito parte do dia a dia das empresas. Para incorporar os temas à sua carteira de investimentos, os ETFs são uma opção simples. Dessa forma, você consegue investir de maneira regulamentada e prática e participar desse mercado!

Gostou de conhecer essa alternativa? Para explorar melhor a possibilidade, saiba mais sobre o funcionamento do NFTS11!

Deixe um comentário aqui =D