Aprenda a investir em diferentes setores da economia!

Compartilhe com seus amigos:

Aprenda a investir em diferentes setores da economia!

No mercado de capitais, é possível investir em empresas de diversos setores da economia. Então é importante conhecê-los para encontrar oportunidades de investimento e fazer aportes de forma estratégica.

Ao saber mais sobre o assunto, você pode comparar diferentes segmentos para investir naqueles que julgar mais adequados para os seus objetivos. Além disso, vale entender quais são as possibilidades para se expor a cada setor. 

Neste artigo, você conhecerá as alternativas de investimento nos diversos setores da economia e entenderá como fazer os aportes de maneira simples. Vamos lá?

Quais são os principais setores da economia?

O mercado é dividido em diversas áreas, que facilitam o acompanhamento por parte dos investidores. Assim, as empresas podem ser separadas de acordo com suas características, como porte e tipo de serviços ou produtos que elas oferecem.

Conheça alguns dos principais setores da economia para investir:

Mercado de tecnologia

O segmento de tecnologia está em crescimento, tanto no Brasil quanto em outros países. Com o desenvolvimento tecnológico, novos produtos e serviços surgem com frequências. Então há cada vez mais novidades e demanda no setor.

Por esse motivo, as empresas de tecnologia estão se destacando e algumas ganham valor no mercado. Negócios inovadores e com soluções estratégicas se tornam ainda mais relevantes nesse contexto.

Imobiliário

O setor imobiliário é bastante tradicional no Brasil. Por isso, costuma chamar a atenção dos investidores. O segmento envolve diversos empreendimentos, como casas, apartamentos, shoppings, galpões logísticos, entre outros.

No entanto, as oportunidades na área vão além da compra de um imóvel físico. Existem empresas que atuam no setor imobiliário desempenhando atividades diversas, como com a gestão de shopping centers, por exemplo.

Varejo

O varejo faz parte do setor de consumo cíclico. Logo, envolve empresas que costumam ter suas performances atreladas às variações econômicas como taxas de juros, inflação, desvalorização da moeda e outros fatores da economia.

Desse modo, períodos de crescimento econômico tendem a elevar o faturamento das companhias de varejo, especialmente porque há aumento do gasto com vestuário, viagens etc. Por outro lado, momentos de crise tendem a reduzir a receita.

Vale ressaltar que a tendência é que os negócios sólidos se recuperem ao longo dos anos. Isso pode viabilizar a consolidação da valorização para quem investe.

Serviços financeiros

O setor de serviços financeiros é um dos mais consolidados da economia. Por consequência, empresas desse segmento costumam apresentar resultados positivos, com destaque para grandes bancos, seguradoras e corretoras.

Além disso, a concorrência no setor é cada vez maior, à medida que vão surgindo novos bancos digitais. Nesse caso, embora eles possam dividir os clientes com as instituições tradicionais, também trazem mudanças importantes para o segmento.

Quais as vantagens de considerar os diferentes setores na hora de investir?

Como você viu, existem diversos setores da economia em que é possível investir. Portanto, considerar esse fator no momento de compor sua carteira é fundamental para diluir riscos por meio da diversificação dos investimentos.

Essa é uma estratégia financeira que visa distribuir o capital em investimentos de diversos perfis de risco, tipos e setores. O objetivo é buscar um equilíbrio entre portfólio e patrimônio, de forma que possíveis perdas em determinados ativos, por exemplo, sejam compensadas por ganhos em outros.

Afinal, se você tem diversas ações de empresas do mesmo setor na carteira, a tendência é que elas tenham um desempenho semelhante em momentos de crise, por exemplo. Ativos de segmentos diferentes, por outro lado, costumam responder de maneira distinta aos ciclos do mercado.

Portanto, pode ser interessante escolher ativos de setores com baixa correlação entre si, de forma a reduzir os riscos e proteger os investimentos. Você pode, ainda, combinar investimentos de classes diferentes para colaborar com a estratégia. 

Como analisar e escolher os setores para investir?

Para analisar e escolher os setores para investir, é necessário considerar o seu perfil de investidor e os seus objetivos financeiros. Se o foco está no longo prazo, também é possível fazer uma análise fundamentalista para escolher os segmentos que você entende como mais promissores.

Ademais, existem setores da economia que são considerados perenes, enquanto outros podem sofrer mais em determinados momentos — mas podem representar oportunidades. Portanto, é preciso ter essas características em mente antes de investir. 

Após escolher os segmentos, é necessário, ainda, identificar as empresas mais adequadas. Dessa forma, o ideal é se decidir de acordo com o seu nível de tolerância aos riscos e objetivos financeiros para fazer escolhas mais acertadas.

Como é possível investir nos diferentes setores de maneira simples?

Agora você já entendeu a importância de conhecer os setores da economia e investir de forma diversificada. Então, é preciso saber que a bolsa de valores oferece possibilidades para fazer seus investimentos de forma mais simples e acessível.

Nesse sentido, uma alternativa é investir em ETFs (exchange traded funds). Trata-se de um fundo de investimento que visa acompanhar um índice de referência, nacional ou internacional. Portanto, o gestor faz os aportes necessários para espelhar as variações do indicador escolhido.

Ainda, a gestão ocorre de maneira passiva, pois o objetivo não é superar o mercado, apenas seguir a carteira teórica do índice. Se o seu interesse for investir em ações de um mesmo setor, é possível buscar por ETFs que acompanham índices setoriais.

Confira o passo a passo para investir por meio dessa alternativa:

Identifique as possibilidades do mercado

O primeiro passo é acompanhar o desempenho do mercado para identificar possíveis oportunidades de investimento. Existem setores que, mesmo em momentos de baixa, podem representar boas possibilidades de crescimento no longo prazo.

Conheça os ETFs disponíveis

Após identificar os setores do seu interesse, é necessário conhecer os ETFs que acompanham esses segmentos. Dessa maneira, você poderá analisar as características de cada fundo de índice para entender em qual investir.

No mercado brasileiro, inclusive, é cada vez maior o número de possibilidades e setores distintos. Você pode, por exemplo, investir em ETFs focados no segmento de tecnologia, games, mercado imobiliário e muitos outros.

Abra conta em uma instituição financeira

Para investir na bolsa de valores, é preciso ter conta em uma instituição financeira. Por isso, você deve buscar uma corretora de valores ou um banco de investimentos da sua confiança. A partir da abertura da conta, é possível acessar o home broker para começar a investir na bolsa. 

Depois, transfira seus recursos financeiros para a instituição e busque pelo código do ETF do seu interesse. Por fim, selecione o número de cotas que deseja comprar, o preço e envie a ordem de compra.

Neste artigo você aprendeu a investir em diferentes setores da economia de maneira simples via bolsa brasileira. Com tudo, não deixe de considerar as suas necessidades e as oportunidades do mercado para tomar decisões de investimento mais acertadas.

Gostou de saber mais sobre o assunto? Se restarem dúvidas, entre em contato conosco para esclarecê-las!

Deixe um comentário aqui =D