Tecnologia no mercado financeiro: impactos e oportunidades para investidores

Compartilhe com seus amigos:

Tecnologia no mercado financeiro: impactos e oportunidades para investidores 

A tecnologia traz mais facilidades para o dia a dia e também afeta o mercado financeiro. São diversas soluções relacionadas às finanças e investimentos, revolucionando a rotina. Assim, as mudanças trazem oportunidades para os investidores.

Por exemplo, existem companhias que trabalham focadas no setor e têm ativos negociados na bolsa de valores. Portanto, podem trazer chances de se expor às movimentações do mercado e aproveitar o potencial de crescimento, desde que faça sentido para as suas necessidades. 

Mas as possibilidades não se limitam a elas. Neste conteúdo, você aprenderá mais sobre os impactos e as oportunidades geradas pela tecnologia no mercado financeiro. 

Acompanhe!

Quais são as principais inovações da tecnologia no dia a dia?

Você já parou para analisar o quanto a tecnologia está presente na sua rotina? O uso de smartphones conectados a todo momento, as mudanças em meios de pagamentos e, até mesmo, as plataformas digitais de bancos e corretoras refletem essa mudança.

Contudo, também é comum que algumas mudanças não sejam realmente percebidas. Por isso, listamos as principais inovações da tecnologia. Veja só:

Aplicativos em nuvem

A necessidade de contar com servidores físicos para instalação e manutenção de softwares ou aplicativos deixou de existir. O armazenamento em nuvem permite o uso de servidores remotos, enquanto também traz mobilidade e facilidade no compartilhamento de dados. 

Chips inteligentes para pagamentos

Os chips NFC trazem um novo meio de pagamento, transformando os chips usados em celulares em uma ferramenta do mercado financeiro. 

Sistemas de pagamento

Seguindo a lógica de meios de pagamentos, a evolução é frequente nesse mercado. O PIX, por exemplo, revolucionou as transferências bancárias. E pagamentos por aproximação, QR Codes e outras soluções surgem e crescem a cada dia;

Big data

O big data permite a coleta e a análise de um grande volume de dados em alta velocidade. Isso auxilia na tomada de decisão e no desenvolvimento de novas estratégias para os negócios. Logo, pode beneficiar a experiência dos clientes. 

Internet das coisas

Ela permite que objetos físicos sejam capazes de receber e transmitir dados, além de realizar tarefas. Eletrodomésticos inteligentes, por exemplo, são resultados da aplicação dessa tecnologia, geralmente utilizando a conexão com smartphones ou computadores. 

Automatizações

Cada vez mais é comum encontrar soluções que automatizam tarefas. Com suporte da inteligência artificial e do machine learning, muitas atividades que exigiam mão de obra específica agora são concluídas de maneira automática pelas máquinas.

Quais são as vantagens que a tecnologia pode trazer para os investidores?

Todas as inovações citadas podem afetar a sua rotina. Porém, quando se trata do dia a dia do investidor, também existem soluções específicas que podem ser utilizadas. 

Conheça os principais exemplos:

  • fundos quantitativos: são fundos de investimento cujas decisões são baseadas em algoritmos e análises matemáticas. Assim, contam com o suporte da Inteligência Artificial e funcionam de maneira descorrelacionada em relação às alternativas tradicionais;
  • data mining: solução que visa analisar riscos do mercado financeiro a partir do cruzamento de diversos dados. Isso envolve notícias, dados macroeconômicos e informações das companhias avaliadas;
  • robôs de investimento: consistem em softwares que automatizam processos relacionados às operações e investimentos. Pode incluir análises, realização de aportes, monitoramento de desempenho e resgates seguindo parâmetros estabelecidos. 

Dessa maneira, é possível perceber que a tecnologia traz novas formas de investir e aumenta as oportunidades do mercado. Isso aumenta as oportunidades de diversificação da carteira, o que auxilia na mitigação de riscos e na busca por performances mais atrativas. 

Outra vantagem é a possibilidade de ter mais facilidade no dia a dia e suporte para a tomada de decisão. Estratégias automatizadas ajudam a garantir a realização de todas as operações desejadas, inclusive em momentos em que você não poderá se dedicar ao mercado.

As coletas de dados e outras tarefas que podem ser realizadas pelos softwares também podem auxiliar na tomada de decisão. Afinal, eles conseguem analisar um volume maior de informações em menos tempo, o que pode ser usado a favor da sua estratégia.

Quais são as oportunidades da tecnologia no mercado financeiro?

Um mundo mais tecnológico não traz só oportunidades em relação às comodidades para o dia a dia. Os investidores também podem aproveitar a tendência para direcionar os seus aportes. Isso porque as empresas do setor de tecnologia costumam ter um grande potencial de crescimento.

Quando elas apresentam soluções úteis e inovadoras, e contam com bons fundamentos, podem ser interessantes para a sua carteira. Nesse caso, vale explorar diferentes mercados — inclusive, tenha em mente que não é preciso se limitar ao Brasil. 

Nos Estados Unidos, que é o maior mercado do mundo, existem grandes empresas de tecnologia listadas. Apple, Amazon, Microsoft, Google e Intel são apenas alguns exemplos que demonstram as alternativas disponíveis. 

Como investir em empresas de tecnologia?

O investimento em empresas de tecnologia pode ser feito de diversas formas. Ao pensar nos grandes nomes citados, uma alternativa seria o investimento feito no exterior. No entanto, isso exige a abertura de contas em corretoras de outros países e a realização de operações de câmbio. 

Porém, o processo pode ser simplificado utilizando alternativas disponíveis no Brasil. Uma delas seria os BDRs (brazilian depositary receipts) ou certificados de depósitos de valores mobiliários. 

Nesse caso, eles são lastreados em ativos do exterior, como as ações, títulos de dívida e exchange traded funds (ETFs). A liquidez desses certificados, no entanto, costuma ser bastante limitada no Brasil.

Assim, uma opção mais atrativa disponível no mercado nacional são os ETFs. Eles são fundos de investimento que espelham um índice do mercado financeiro. É possível encontrar alternativas que replicam índices relacionados ao setor de tecnologia internacional ou que tenham essas empresas em sua composição. 

Isso aumenta a diversificação da sua carteira, porque há exposição a diversos ativos a partir das cotas dos ETFs. Ademais, o fundo é administrado por um gestor profissional, que se responsabilizará por todas as movimentações no portfólio do veículo de investimento.

Dessa maneira, eles podem ser alternativas atrativas para quem deseja se expor ao setor de tecnologia e às grandes empresas internacionais sem sair do Brasil. Por fim, saiba que as cotas são negociadas na bolsa de valores, proporcionando maior liquidez ao investimento.

Como você viu, a tecnologia traz impactos no mercado financeiro. Isso envolve soluções que ajudam o dia a dia dos investidores e novas oportunidades para investir. Portanto, considere as tendências do setor em sua tomada de decisão, além do seu perfil e objetivos financeiros! 

Quer mais dicas sobre investimentos? Aproveite para entender a importância da diversificação do seu portfólio!

Deixe um comentário aqui =D